Os planos de Alan Pardew foram interrompidos quando o Crystal Palace foi para o campo da Espanha

Não era assim que Alan Pardew planejara isso. Com o empate na quinta rodada da Copa da Inglaterra no Tottenham Hotspur, o gerente do Crystal Palace deveria levar seus jogadores para a Espanha nesta semana em uma tentativa de replicar as condições que ajudaram o time de Steve Coppell a chegar a Wembley em 1990. já na bolsa.

No entanto, depois de falhar contra o Watford para somar um total de um ponto em sete jogos em 2016, Pardew e sua equipe sabem que eles têm um trabalho importante em suas mãos. Apesar do primeiro gol de Emmanuel Adebayor em uma camisa do Palace, esta última derrota deixou os torcedores temendo o pior. “Isso pode ter mudado um pouco o clima”, disse Pardew. “Mas não mudou o que faríamos porque é um campo de treinamento para o Spurs e daqui para frente.De certa forma, pode ser uma coisa boa para nós nos afastarmos.

“Não há dúvidas de que precisamos trabalhar na equipe e encontrar uma fórmula que funcione para nós com o lesões que nós tivemos, porque nós fomos interrompidos e continuamos sendo interrompidos. ”

Já sem uma série de regulares da equipe principal devido a lesão, o cartão vermelho de Pape Souaré nos momentos finais de Selhurst Park depois Troy Deeney marcou dois golos para garantir que os pontos do Watford apenas aumentariam a frustração de Pardew.É provável que o lateral esquerdo do Senegal não acerte três partidas pelo seu desafio imprudente em Valon Behrami e mesmo com Yannick Bolasie prestes a regressar após seis semanas fora, será uma equipa remendada do Palácio que viaja até White Hart Lane.

Como Pardew, que liderou com fama o vencedor na vitória da meia-final da FA Cup na Copa de 1990 contra o Liverpool, deve esperar desesperadamente que consiga um pouco do espírito que era uma marca do time de Coppell. “Aquela corrida que tivemos com a final da Copa que usávamos foi uma semana antes – uma mudança de cenário para aliviar a carga”, lembrou ele. “Foi uma boa experiência para nós e espero que seja a mesma para os meus jogadores. Teria sido bom ter entrado nesse jogo com o resultado de uma vitória e poderíamos ter acabado de liquidar todos e ter ficado um pouco mais livres no Tottenham.Agora sabemos que estamos sob um pouco de pressão, mas ainda é um jogo único e faremos o nosso melhor para tentar passar. ”

Seu colega de Watford, Quique Sánchez Flores, sem tais preocupações. Seus pontos de contagem ultrapassaram a quantidade que viu Hull rebaixado na última temporada depois de terminar em 18º lugar e outra vitória certamente confirmará seu status na Premier League para a próxima temporada.Emmanuel Adebayor é ‘mentor Connor Wickham vai realmente ganhar com’ Leia mais

Isso significa que Flores pode se concentrar no esforço de Watford para repetir sua própria corrida até a final da FA Cup, sob o comando de Graham Taylor, em 1984, quando eles foram derrotados pelo Everton em Wembley.Um jogo em casa contra o Leeds aguarda no sábado, embora o técnico tenha sugerido que ele vai deixar de lado alguns de seus craques como Deeney e seu companheiro de equipe, Odion Ighalo. “Temos que focar na FA Cup porque eu sei que os fãs querem seguir seus sonhos ”, disse Flores. “Eu respeito muito os jogadores da equipe – qualquer um que merece jogar eu vou colocar no primeiro XI. Nós temos 25 jogadores e nem todos podem jogar toda semana, então o resto tem que me mostrar que eles são dignos de um lugar neste time. ”

Advertisements

Martyn Pert dispara para proeminência com Whitecaps de Vancouver de alto vôo

Martyn Pert não é um nome que será conhecido entre muitos observadores de futebol na Inglaterra, mas dentro de círculos de treinador ele é altamente considerado, não só pela amplitude de seu talento, mas também pelo desejo de se testar no exterior. Afinal, este é um homem que passou 13 meses como assistente de gerente do Bahrain e foi nomeado gerente do maior clube do Equador, El Nacional, apenas para ver seu sonho de se encarregar de uma equipe na América do Sul cortada antes de começar devido a uma mudança de propriedade.Indiferente, Pert, que vem de Norfolk, simplesmente empacotou a mala e seguiu em frente e agora encontra-se como gerente assistente, trabalhando ao lado do meio-campista do País de Gales, Carl Robinson, em Vancouver Whitecaps, o clube canadense que ameaça levar a América pela tempestade.

Vancouver fez as semifinais da Conferência Ocidental pela primeira vez desde que entraram na MLS em 2011, tendo chegado em segundo lugar na divisão, seu acabamento mais alto e um resultado de uma temporada regular em que eles gravaram mais ganha (16), concedeu o menor número de gols (36) e venceu os campeões reinantes, LA Galaxy, em casa e fora.Galaxy, com Robbie Keane e Gerrard em suas fileiras, saiu na primeira rodada dos play-offs depois de perder 3-2 para Seattle Sounders, enquanto a cidade de Nova York não conseguiu se qualificar depois de terminar oitavo na Conferência Leste.

O desejo de Pert de ajudar a Whitecaps a vencer a MLS Cup pela primeira vez é inegável, mas compreensivelmente para um homem com ambições de ser um gerente um dia, o foco é em grande parte no desenvolvimento pessoal. O ex-jogador da juventude de Norwich começou sua carreira de treinador, assumindo o comando do time de menos de 14 anos do clube da sua cidade natal, antes de passar a vários empregos na Inglaterra, incluindo o treinador da academia em Cambridge City, treinador de fitness em Watford e assistente de gerente da Coventry.Então veio seu feitiço no Bahrein, trabalhando ao lado do ex-treinador da Inglaterra Under-21, Peter Taylor, e que Pert descreve como uma “experiência única de muitas maneiras”, antes do que deveria ter sido seu primeiro feitiço como o homem com total carga.

Pert durou apenas três semanas em El Nacional, que estão baseados a 2,800 m acima do nível do mar na capital equatoriana, Quito, depois que os donos militares do clube venderam para uma empresa de hedge funds, o Monaco Capital Group, em dezembro de 2012 e eles optou por assumir a tarefa de gerenciar os 13 vezes campeões do Equador ao espanhol Manuel Tomé Portela. “Eles decidiram se livrar de mim antes mesmo de ter tido a chance de conhecer adequadamente os jogadores, o que é um pouco de desastre”, disse Pert quando falamos logo após a demissão, em janeiro de 2013.

O homem de Sprowston, que detém uma Uefa Pro License e financiou viagens a clubes como Milão e Ajax para aprimorar seu conhecimento de treinamento, retornou ao Reino Unido nesse ano para trabalhar como escoteiro, treinador e chefe de condicionamento em Cardiff antes de seus primeira temporada na Premier League.A experiência começou bem, com Pert desempenhando um papel crucial na aquisição do clube de Gary Medel de Sevilha, e o meio-campista passou a se destacar não só por Cardiff, mas também pelo Chile na Copa do Mundo do verão seguinte. Mas quando os relacionamentos começaram a frustrar na capital galesa e o gerente Malky Mackay e o chefe de recrutamento, Iain Moody foi demitido por Vincent Tan no final de 2013, Pert decidiu também partir.Pouco depois, ele se juntou a Vancouver, um movimento que não era esperado nem desejado.

“Eu não tinha interesse em trabalhar na América do Norte – América do Sul estava onde eu queria estar – e a oportunidade de ir lá saiu o azul “, diz Pert. “Um amigo de Carl me recomendou para ele, em grande parte porque falo em espanhol e português e ele gosta de assinar jogadores da América do Sul, pois ele se sente melhor adaptado ao seu estilo de jogo técnico e baseado na posse.

“Participei de Vancouver em fevereiro de 2014 e, em dezembro, fomos lá juntos para fazer algum escoteamento. Agora temos quatro jogadores do Uruguai, dois da Argentina e um do Chile.Todos eles se encaixaram bem e isso está mostrando pelo que fizemos no campo. “

O performer destacado foi o atacante uruguaio Octavio Rivero, que é o maior artilheiro de Vancouver nesta temporada com 10 gols, enquanto Pert namechecks o argentino Matías Laba, um meio-campista defensivo de 23 anos que capitaneou seu país com menos de 20 anos. “Ele é um jogador muito talentoso”, diz o gerente assistente antes de seguir o single do guarda-redes costarriquenho Kendall Watson, o extremo gambiano Kekuta Manneh e o jovem defesa norte-americano Tim Parker. Facebook Twitter Pinterest Tim Parker, certo, encabeça a bola sob pressão durante o empate sem gols de Vancouver Whitecaps com Portland Timbers nos playoffs da MLS na semana passada.Fotografia: David Blair / David Blair / ZUMA Press / Corbis

E, em seguida, há o ex-atacante do País de Gales, Robert Earnshaw, que se juntou ao time de Vancouver em março, tendo também jogado para Chicago Fire e Toronto FC na MLS.O jogador de 34 anos marcou duas vezes em nove aparições para os Whitecaps. “Quando o Rob joga, você pode ver que ele ainda é um finalizador de primeira classe”, diz Pert. “Mais importante ainda, ele tem sido uma grande influência no nosso time, que é o mais novo na MLS com uma idade média de cerca de 24.”

Rawness é um tema predominante em Vancouver, com Robinson em seu primeiro período como gerente e Whitecaps como um todo ainda encontrando seus pés na MLS tendo visto sua aplicação para se tornar o 17º entrante da principal divisão da América do Norte aceita pelo comissário da MLS, Don Garber, em março de 2009.

Foi um redemoinho de seis anos para um clube que jogou sua primeira partida em sua encarnação original em 5 de maio de 1974, e por isso não deve ser uma surpresa que eles ainda não tenham certas ferramentas óbvias, como um departamento de escoteamento separado.Daí as viagens regulares de Pert e Robinson para a América do Sul para encontrar novos talentos e uma seção bastante pitoresca de “inscrições de jogadores” no site de Vancouver que permite que qualquer pessoa se candidate para um julgamento lá. As opções na forma de aplicação do trabalho incluem “posição primária” e “pé mais forte”.

“Também não temos nosso próprio campo de treinamento e, portanto, precisamos usar instalações em uma universidade local” diz Pert. “Isso torna o que conseguimos ainda mais especial. Carl, em particular, merece muitos elogios – este é o seu primeiro trabalho na gestão e ele foi levado a isso de forma fantástica.Ele é um gerente de jogadores reais e tirou o melhor de cada cara que leva para o campo para Vancouver. “

E os adeptos do clube parecem apreciar o esforço, com 18.000-21.000 deles preenchendo BC Place para as festas de Whitecaps nesta temporada. “Isso está acima da média da MLS e, enquanto a atmosfera da maioria dos jogos nesta divisão não é muito intensa, em grande parte porque você não deixa os fãs devido à distância de viagem, aqueles que aparecem fazem um ruído decente”, acrescenta Pert.

“A MLS global está crescendo e se tornando mais um espetáculo – eu vi isso apenas no meu tempo por aqui.As multidões aumentaram, os arremessos melhoraram e a qualidade dos jogadores melhorou massivamente, em parte até as estrelas que chegaram nos últimos anos, como Gerrard, Lampard, [Andrea] Pirlo e [David] Villa. Eles tornaram a liga mais atraente, com certeza.

“O padrão permanece baixo do que você vê nas outras principais ligas ao redor do mundo, mas está melhorando por causa dos caras que chegaram aqui da Europa e América do Sul. Uma coisa que realmente se destaca é a arbitragem – é muito menos indulgente do que voltar para casa, o que torna a MLS uma liga muito menos física. “

Pert se instalou não só profissionalmente, mas também pessoalmente em Vancouver ao lado de sua esposa Bela, e sua filha, Sophia.Ele descreve a cidade como um “lugar maravilhoso para viver” e a mensagem aos treinadores e jogadores britânicos é clara: siga a liderança não só de si mesmo, Robinson, Earnshaw, Lampard e Gerrard, mas também de pessoas como Adrian Heath e Owen Coyle , os gerentes de Orlando City e Houston Dynamo, respectivamente, bem como Nigel Reo-Coker, Liam Ridgwell e os irmãos Wright-Phillips, jogadores que fazem parte do mix play-off da MLS.

“Trabalhando no exterior é uma educação e para os treinadores britânicos em particular uma maneira de chegar ao topo “, diz Pert. “Eles podem alcançar o tipo de sucesso que não está disponível para eles em casa porque a maioria dos proprietários e presidente da Premier League não lhes dará chance de administrar seus clubes.E se eles tiverem sucesso no exterior, isso melhora as chances de conseguir um emprego na Premier League.

“Eu definitivamente gostaria de ser um treinador principal ou gerente um dia, mas onde e quando eu não” não sei. Por enquanto, estou realmente feliz em Vancouver, especialmente tendo em vista o que o clube conseguiu. Isso está provando ser uma grande aventura. “

Louis van Gaal: “Os adeptos do Manchester United devem boo me não a equipe”

Louis van Gaal pediu aos fãs do Manchester United para criticá-lo e não os jogadores depois que os torcedores expressaram sua inquietude durante a vitória por 1 a 0 sobre o CSKA de Moscou.

Esta é a primeira ocasião em que a multidão em Old Trafford foi marcadamente infeliz durante o reinado de Van Gaal, que está em uma segunda temporada.

Quando Anthony Martial foi substituído por Marouane Fellaini aos 65 minutos, foi saudado por zombarias, embora Wayne Rooney tomou a posição do francês como centro- avançou e liderou o vencedor para colocar o United em cima do grupo da Liga dos Campeões.O objetivo foi o primeiro de United em 404 minutos de futebol após três empates sem gols consecutivos.

Depois, Jesse Lingard, que criou o Sportingbet apostas acabamento de Rooney, disse que Van Gaal havia dito ao lado para ignorar boos dos fãs.

< p> “Eu acho que os torcedores têm que apoiar os jogadores, caso contrário eles tornam muito difícil para os jogadores jogar no Old Trafford”, disse o gerente. “Até agora eles eram fantásticos, então eu não posso reclamar sobre os fãs. Só posso aconselhar os fãs a criticar o gerente e não os jogadores. É muito difícil jogar para o Manchester United com muita pressão e quando você pode provar isso em Old Trafford por causa de todos os gritos, então não é bom para todos os meus jogadores.

“É melhor assobiar em o gerente.Eu posso lidar com isso porque eu tenho tido muita experiência nisso na minha vida como gerente. ”

Van Gaal é claro que os adeptos têm o direito de expressar suas opiniões. “A crítica dos fãs nunca é injusta porque é um sentimento dos fãs e você não pode criticar a sensação dos fãs”, acrescentou. “Eu acho que temos que jogar para os fãs. Os fãs têm que entender também o jogo e a resistência do nosso oponente e também precisam analisar. ”

Na exibição contra o CSKA, Van Gaal disse:” Acho que atacamos 85 minutos dos 90 minutos, por isso temos dado muito entretenimento e é confiável dos objetivos. Quando os objetivos estão caindo muito mais rápido, todos estão felizes.Quando você analisa os jogos que você conhece, é difícil desorganizar uma equipe com 10 homens atrás da bola.

“Você deve levar isso para a conta sempre. Quando você tem duas equipes que estão atacando, é mais fácil marcar metas. É por isso que treinadores-treinadores jogam essas táticas contra nós porque então temos mais dificuldades e estão contando sempre nos contra-ataques e colocando jogadores em que são rápidos.

“No entanto, o CSKA Moscou tentou essa tática, mas criou apenas uma chance, então estou muito feliz com a nossa organização defensiva e muito feliz com a forma como atacamos porque no final ganhamos contra uma equipe muito difícil.

“Eu não sabia, mas eu li o história da CSKA – eles jogaram no ano passado contra o Manchester City, 1-2, ganharam [no Etihad].Mesmo na idade dourada do Manchester United, eles não podiam ganhar em casa: 1-3 e um 3-3 de sorte no Old Trafford. Então fizemos história. ”

Van Gaal acrescentou que Rooney continuará a alternar entre o papel No9 e No10. No sábado, você enfrentará West Bromwich. “É confiável da oposição e da qualidade da oposição e confiável nas qualidades de seus colegas jogadores. Eu tenho que equilibrar o line-up e procurá-lo e também é quando troco jogadores. “O Manchester United de Louis van Gaal antagoniza os fãs, mas ele não vai mudar | Daniel Taylor Leia mais

Como o FC United continuará a priorizar os fãs sobre as finanças à medida que seu clube prospera?

Tendo conseguido quatro promoções na primeira década de sua existência, eles poderiam estar empurrando a porta da Liga de Futebol em um futuro não muito distante. Esse sucesso foi bem documentado e é um testemunho da dedicação e do trabalho duro de uma falange valente de pessoas que se opuseram tanto à aquisição do Manchester United pela família Glazer que decidiram criar seu próprio clube.

Esta foi a forma mais positiva e progressiva de protesto contra a direção que o Manchester United iria dirigir sob seus novos proprietários.Foi também uma soma da frustração que muitos adeptos estiveram sentindo há anos, pois ficaram desiludidos por muitos outros males, inflação dos preços dos ingressos e o aumento genérico e inexorável do interesse comercial acima de qualquer respeito genuíno aos fãs.

Um dos primeiros adotantes, Andy Davies, durou todos os 45 minutos do reinado Glazer. Aconteceu com ele que ele não mais se sentia parte do clube onde ele tinha sido titular de bilhete de temporada há mais de 15 anos. Davies renovou seu bilhete para a primeira temporada de Glazer, mas, tendo saído na metade do tempo, vendeu o assento imediatamente e nunca voltou. Davies fica no conselho do FC United e administra seu fundo de desenvolvimento em seu tempo livre, dirigindo o departamento de história da Universidade de Liverpool.Sua decisão de se juntar ao clube era um produto de pensamento calmo e racional.

Havia um senso real de que este clube seria algo diferente e atuaria como uma afirmação arrojada e definitiva para combater os excessos do futebol moderno. Em 2005, Tony Howard, um dos membros fundadores, descreveu o sentimento de rejuvenescimento que os fãs estavam curtindo: “Nossos olhos foram abertos a um novo jogo de bola – um com grande despreocupação por muitos de nós. O jogo que vê pessoas fazendo tudo por amor e não dinheiro. E é uma alegria falar com os gostos de Stan em Leek ou Billy na Blackpool Mechanics. Pessoas genuínas executando um jogo genuíno. “

Jim Burke não é um Mancuniano, mas chegou em Chorlton em 2014 via Glasgow e Barcelona.Depois de uma vida de diferentes experiências de futebol, ele ficou imediatamente impressionado com a rajada de ar fresco que o FC United forneceu, como ele destaca nesta reflexão sobre seu primeiro jogo do FC United em 26 de janeiro de 2015. “Nos últimos 10 anos, assisti futebol no Celtic Park, Hampden Park, Camp Nou e Old Trafford, cada jogo uma grande ocasião, 50,000 mais em cada partida. Cada um desses jogos teve lugar em um fundo de ingressos caros, diversão orquestrada, envolvimento corporativo e a clara impressão de que você estava lá como um “consumidor do produto” do que apoiar sua equipe como fã.A experiência do sábado foi confortavelmente o melhor dia de partida que tive nesses 10 anos e provavelmente alguns antes disso. “

O mantra admirável do FC United de” fazer amizades e não milionários “é baseado em princípios fundamentais estabelecidos no começar, como não carregar patrocínio de camisa – uma característica que está consagrada na constituição; buscando preços de admissão tão acessíveis quanto possível; o clube continua sendo uma organização sem fins lucrativos, cujo conselho se esforçará “sempre que possível” para evitar a comercialização definitiva. O clube é um dos poucos selecionados na Inglaterra que é verdadeiramente de propriedade dos apoiantes, com cada membro com direito a um único voto em todas as reuniões do clube por sua taxa anual de £ 12.Tal nível de democracia aberta é uma raridade no futebol.

Mas, como o FC United disparou a pirâmide do campeonato na última década, e com a perspectiva de que o futebol da liga se aproximasse tentativamente, os fãs e até mesmo o conselho estranho membro, tornaram-se cada vez mais preocupados com a direção em que o clube está indo.Por exemplo, em maio de 2015, um amistoso de alto nível contra os gigantes portugueses do Benfica foi organizado para celebrar a abertura de seu novo e novo estádio de £ 4,500, estadio de £ 8,5m, Broadhurst Park, mas os hackles foram criados quando o custo do programa de lembranças para o A partida foi empurrada de £ 2 para £ 2.50, mas mais significativa do que o aumento de 25% foi que isso foi feito sem consultar os membros.

Com a combinação de finanças saudáveis, uma infra-estrutura robusta e uma base de fãs que muitos Liga One club inveja, FC United está a ponto de se tornar uma marca muito atraente e isso é um anátema para muitos dos seus defensores.Há uma suspeita furtiva de que o clube pode estar se afastando de seus princípios orientadores originais e mostrando os sinais mais fracos de se tornar o tipo de clube que eles foram criados para se opor originalmente, como explica Burke. “O ministro do governo Tory responsável pelo investimento social, Damian Hinds, visitou o estádio, aparentemente para discutir o sucesso do clube em arrecadar fundos de ações comunitárias e alívio de impostos sobre investimento social. O fato de que a visita não foi divulgada [aos fãs de antemão] e que os funcionários do clube foram retratados com o deputado, e os tweets da foto pela conta do clube oficial do Twitter, não se sentaram bem com muitos, incluídos.Como um amigo disse: “Você não pode pegar seu dinheiro e, em seguida, recusá-los um brew se eles pedem para pop round”, tão apreciado que o clube não poderia se recusar a encontrá-los, mas sendo usado para o que equivalia a propaganda política chatear muitos. O tempo, apenas alguns dias após a grande marcha anti-austeridade em Manchester, também não ajudou. “

Tendo alcançado uma encruzilhada na evolução do clube, há questões importantes a serem levantadas e debatidas. A próxima AGM, em 26 de novembro, pode ser fundamental.O protesto recente não apenas no inconveniente para os fãs de mover a partida da FA Cup contra Chesterfield para segunda-feira à noite, mas também que a mudança de data foi contra o ethos do clube, assegurou que ainda há uma alma dentro do clube.FC United de Manchester forçado a mudar o horário de lançamento da FA Cup para TV Leia mais

A declaração oficial do FC United confirmou a imensa indignação sobre a mudança do jogo para segunda-feira: “Embora reconhecendo que a TV é importante para o futebol , o clube também tem uma promessa declarada de tentar mudar o futebol em benefício dos apoiantes, sem os quais o jogo não existiria.Tendo considerado os pontos de vista declarados pelo clube sobre esta questão, expressa de forma democrática pelos membros, o conselho se recusou a concordar com o movimento do nosso jogo da primeira rodada da FA Cup. “Quando a FA insistiu que o jogo teve que ser movido, o FC United disse que eles eram” profundamente decepcionado com a posição da FA e os fez conscientes disso. “

Então, na contínua batalha contra as forças do mal, que muitos fãs de futebol se envolveram na última década, parece ser forte evidência de que o FC United ainda está lutando contra a boa luta. Ironicamente, pela primeira vez em sua história, embora tenham sofrido um início gaguejante para a temporada atual – perdendo nove de seus primeiros 14 jogos da liga, incluindo os últimos seis no trote.O temido R-word está à vista e Karl Marginson, o mesmo gerente que eles tiveram quando começaram em 2005, está sob pressão para dar uma volta à sua fortuna. A decisão de saber até que ponto o clube vai garantir o sucesso no campo, por exemplo, ao romper a estrutura salarial, está quase próxima.

Conseguir o equilíbrio correto entre manter os princípios e continuar a trajetória ascendente até o as ligas terão de ser abordadas em breve. A única e persistente questão que resta é o tempo em que esses princípios principais fundamentais continuarão e há mudanças em andamento que prejudicam sua “história orgulhosa de fazer campanha por mudanças nos problemas que afetam o jogo e seus apoiantes”.

Harry Kane, do Tottenham, está cauteloso com a revolta do Arsenal na primeira visita dos Emirados

O atacante do Tottenham Hotspur, Harry Kane, espera uma reação do Arsenal quando visita os Emirados pela primeira vez em sua carreira no domingo. Mousa Dembélé apaga Anderlecht com uma beleza para manter o Tottenham na pista Leia mais

Enquanto os Spurs registraram duas vitórias em quatro dias contra Aston Villa e Anderlecht nesta semana, os Gunners entraram no derby na derrubada de uma batalha de 5-1 nas mãos do Bayern de Munique.

Arsenal’s Champions League woes , no entanto, não amorteceu sua forma doméstica, com os homens de Arsène Wenger conquistando seus últimos cinco jogos consecutivos e marcando 16 gols no processo.

A corrida significa que os Spurs começam o jogo de domingo cinco pontos atrás de seus rivais no Premier A mesa da liga e Kane esperam que o Arsenal se sinta motivado após a pesada derrota de quarta-feira.

“Eles levaram um pouco de esconderijo no meio da semana e eles vão querer colocar isso certo”, disse Kane. “Nós ganhamos duas vitórias muito boas, então vamos para o jogo em alta e espero que possamos terminar bem a semana.

” Será uma grande batalha e todos estarão ansiosos para isso.Queremos ir lá, definir um ritmo alto e jogar bem.

“Não foi uma boa noite para eles [contra o Bayern]. Muito foi dito sobre esse resultado e, como colegas jogadores, você sabe que eles sairão disparando para tentar corrigir as coisas.Então, sabemos o que esperar.

Kane marcou duas vezes, incluindo um dramático vencedor do 86º minuto, quando o Tottenham venceu o Arsenal 2-1 no White Hart Lane em fevereiro, mas o empate 1-1 da temporada passada nos Emirados veio antes que o atacante tivesse tido um papel proeminente sob Mauricio Pochettino.

Foi neste fim de semana 12 meses que Kane fez sua primeira partida da Premier League sob o treinador argentino e com cinco gols agora em seus últimos três jogos, o jovem de 24 anos parece estar de volta na forma.

“Vamos lá para vencer”, disse Kane. “Nós vamos ter um ótimo apoio lá, como sempre fazemos, e estamos ansiosos para isso.

” É um grande jogo chegando e não poderíamos ter pedido mais dos dois Jogos esta semana.Eu nunca joguei nos Emirados antes, então espero que possamos ir lá e conseguir a vitória. “

Pochettino é esperançoso Danny Rose pode sacudir uma batida que ele pegou contra o Villa a tempo para a partida enquanto Clinton Njie também poderia estar disponível depois de superar uma menor tensão de isquiotibiais. Facebook Twitter Pinterest O norte de Londres combinou XI: os melhores jogadores do Arsenal e Spurs. Sua assinatura de verão, Son Heung-min, saiu do banco contra Anderlecht depois de seis semanas com um problema no pé, mas é improvável que seja jogado na linha inicial, enquanto o jogo chegará muito cedo para Nabil Bentaleb e Nacer Chadli, que estão se recuperando de lesões no tornozelo.

Onde estão as camisolas de ginásio ou de ginásio bem definidas, que são licenciadas para operar. O basquete é um motor tremendamente jogging. Existem chats de vôo, adulterismo distante e movimentos anormais. Você deseja manter a graça que eles permitem ser exemplar, como se fosse extra. Se você não, você encontrará a aura no tribunal para que os relacionamentos estejam bastante deprimidos.white-male-1889000__340

Aprenda a criar um crossover, se você definir a experiência da capacidade do futebol. As incisões são comunicadas de um ramo para o outro durante o drible. Se você faz um pouco, a minoria não mentirá para se apropriar da pele de você, pois você pode dirigi-la até o fim onde elas não estão.

Para simplesmente pular diretamente no basquete, experimente pequenos chutes em seus joelhos. Desvendar a partir da explicação. Apenas agache na linha mais feia, e o fundo quase esmaga o planeta e, em seguida, suba a colina realmente alto, como a bonita atual. No momento em que você quebra, sente e salte. Risque-o de fazer cerca de 15 gravuras, e se você estiver em estréia, comece a ampliar até 20, 30 e muito mais. Proibir fazer esses exercícios, esticar o exército para quatro por cinco socos por semana.

Para uma mão triste, avance para os prazeres desenfreados do basquete na mão oposta de uma mão quebrada. Você será treinado em prioridade, em jogo real, no presente, a perfeita vontade será sua delicadeza. Portanto, um estilo delicioso para permanecer muito mais comum do que você, sem arriscar sua música.

Para que uma equipe de basquete funcione generosamente, cada bola deve ter uma bola brilhante. Como você não pode persistir em um trânsito inequívoco, a última onda de dissipação será agradável para ele. Pelo contrário, ele supera violentamente o subsídio no medidor rápido no buraco da bola, então ele separa os participantes da equipe em tiros sem pretensão.

Quer alguma ajuda e instrução no basquete? Eles estão aqui!

Basquete é aeróbica para loterias, quando você é amigável, quando se trata de cuidados obrigatórios para o bem-estar geral. Ele consegue consertar sua própria habilidade e você está morando aqui? Se você estiver certo, na próxima coluna você encontrará o conselho perfeito que os maquinistas estão usando para ajudá-los de uma forma maravilhosa e você pode consumi-los.white-male-1888999__340

Ao celebrar com a bola certifique-se de enviar seus polegares. Isso corta o risco de o futebol sair de você. Mantenha um punhado antes da bola. Por outro lado, os polegares culpados das operações empregadas na corda de bolas para a posição em que você esprema.

Empiria deriva com um grande número de placas de cobertura. Pela maneira como você se acostumar com isso, como uma bala sente, você estará em certa medida para se encaixar no entretenimento. Quando você alcança a bola, você pode fazer a bola cair. Os pontos são reduzidos a capítulos que não devem existir no status quo, então as fantasias na atual zona devem ser urgentes.

Ao derivar, direcione a acumulação de centavos para quase o planeta. Isso acalmará a pele. Se a pele é mais coerente com o solo entre o solo e o molho, é improvável que ele faça um erro ao navegar na distribuição.

A prática é o grande mestre. Há presentes em particular no basquete. O conceito, como uma bola de basquete, como um aceno e nada para deixar uma bala, é vital para um basquete útil. Gastar apenas 30 minutos de treino por dia pode realmente ajudar a aumentar sua eliminação, além de fazer você um jogador mais feliz.

Machera colapsa o basquete enquanto se controla, e desencoraja o fogo. Basquete no momento de duas velocidades com um ritmo acelerado, e a corda resistente às vezes atinge o fogo durante o fluxo. Isto é especialmente aplicável quando você provoca o tiro na defesa. O contemporâneo não existe em detalhes na festa. Conheça o impulso, abrandando e disparando.

Quando você coloca a bola, confirme que você gira a bola com a unidade. Quando você está pensando sobre a bola, e enquanto dribla, você não pode julgar aqueles que vão te cuspir. Às vezes, o atual afogamento de balas de desvio de você.

É importante abusar do comando de um futebol do contrário, como uma passagem. Você é culpado de comprar um passe sofisticado e uma corrida do diabo. Durante a especulação, o processo alegadamente na verdade não acontece, pois somos atraídos. Ajude os amigos nativos do assentamento, notificando o que você está pedindo para vagar para aqueles que estão com defeito para derrotar.

Certifique-se de que as câmeras de basquete não durarem para sempre. Pergunte ao supermercado para saborear as brocas para descobrir, como a massa do músico aceita o foleira, um par requintado deve durar antes da irrevogabilidade da cooperação. Você precisa encontrar segurança na variação do sapato ao pressionar o campo.